sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Ídolos da Torcida

Fala Nação Alviverde

O quadro Ídolos da Torcida é um quadro em que toda sexta feira vou falar de um grande ídolos que já jogou pelo Coritiba!

Na ultima postagem desse quadro uma única pessoa falou sobre um ex-ídolo do Coxa o Ceh do Blog Volks e Cia que citou o nome do Lela.

Então hoje irei falar sobre o Lela.

Valeu Ceh pela dica.

Reinaldo Felisbino:

Nome completo:Reinaldo Felisbino

Data de Nascimento:17-04-1962

Naturalidade:São Paulo

Reinaldo Felisbino, o Lela, ex-ponta-direita do Coritiba, de 1983 a 1987, mora em Bauru (SP), onde dá aulas em escolinhas de futebol.Nascido no dia 17 de abril de 1962, em Bauru (SP), Lela se destacou no Coxa Branca, clube no qual foi campeão brasileiro de 85, em cima do Bangu(RJ).

Chamado de "Mentira", por ter as pernas curtas, Lela também jogou no Fluminense, Internacional e Noroeste, onde começou e encerrou sua carreira. Rápido e oportunista, Lela é um dos maiores jogadores da história do Coritiba.

Mesmo após encerrar a carreira deixou uma "herança" ao futebol: seus filhos Richarlyson, meio-campista, e Alecsandro, atacante.

Lela se lembra com muito orgulho do título conquistado pelo Coritiba em 1985. "Foi um dia especial. O Maracanã estava cheio e a maioria torcendo para o Bangu. Nós ganhamos o título e fomos recebidos por muita gente em Curitiba. Diziam que tinham mais torcedores do que pessoas para receber o Papa. Foi mesmo inesquecível", fala Lela.


O ponteiro-direito estreou no Coritiba em uma excursão para a Costa do Marfim, em 1983, e ficou famoso por comemorar seus gols fazendo caretas. Fundamental na conquista do Brasileiro de 1985, Lela permaneceu no clube até 1988.

Mas foi no Coritiba que ele mais se destacou, com grande presença na campanha do Campeonato Brasileiro de 85, quando ajudou o time a ser o primeiro paranaense Campeão do Brasil. Houve duas partidas em que seus gols foram decisivos: contra o Joinville (1x0, em Joinville) e no dramático jogo contra o Santos pelo Brasileiro de 85, onde o empate tiraria o Coritiba do páreo. Aos 42 minutos, Marco Aurélio fez uma jogada sensacional, driblando dois santistas e passando para Lela fazer explodir a nação alviverde. A torcida sempre lhe tributou um carinho especial, que aumentou ainda mais depois de sua façanha.

Campeontao Brasileiro:78 jogos,25 vitórias,21 empates,32 derrotas,26 gols feitos.

Obrigado Lela por dar essa alegria a grande torcida Coxa de comemorar o primeiro grande título Brasileiro ao Coxa!

Para você quem foi o melhor jogador da história do Coxa?(Comentem para eu poder postar daqui para frente)

Obrigado a todos.

Abraços

SAV

Bookmark e Compartilhe

10 comentários:

elton disse...

Vou inaugurar o comentario falando do maior idolo que passou por aqui na minha opinião reinaldo felisbino tb conhecico como careta mas ficou famoso mesmo com a alcunha de LELA, comemorava seus gols fazendo careta pra torcida tinha garra raça e vontade tudo o que faltra hj em nossos jogadores artuais mas aqui não eh para protestar e sim falça de Lela ou mentira por suas pernas curtas hj vive em Bauru no interior paulista fez historia aqui grande Pedro parabéns por lembrar desse magnifico jogador

Wilson Hebert disse...

Excelente quadro, Pedro!!!

A segunda edição do Idolos da Torcida ficou muito bacana. Lela foi um grande jogador mesmo. Bem irreverente.

Pedro, não sei se vc aceita sugestão de um flamenguista, mas se vc aceitar, queria ver um texto seu sobre o Alex, tambem conhecido como Alex Cabeção.

Ele jogou muito no Palmeiras e no Cruzeiro e tambem fez historia no Coxa, né...

Abraços!

Elton disse...

tah ai uma dica para a proxima semana falar do zé roberto gfrande idolo do verdão na decada de 70

Wilson Hebert disse...

E não deixem de visitar os blogs desse multiblogueiro:

http://futebolmusicaetc.blogspot.com

http://semprefla10.blogspot.com

http://pitacosdobodaum.blogspot.com

http://blogloucoporticorinthians.blogspot.com

Abraços a todos os leitores do Coxamor!!!

Volks e Cia disse...

Opa, valeu a lembrança

=D

Show de bola a matéria, tb tem o Dirceu Krüger ;D

abração

Leo Fernandes disse...

Lela, eterno ídolo da torcida Coxa Branca
E pai de dois grandes jogadores:Richarlyson e Alecsandro
Jogava muito

Equipe Esporte Total disse...

Parabéns Pedro! Achei bem cri\tivo resgatar a memória de jogadores do passado que fizeram história no Coxa. Muito boa a postagem.
André.

Blog do Deco disse...

Parabéns pelo quadro! conhecia história do jogador ao saber que era Pai dos jogadores que vc mencionou. Abs!!

Saulo disse...

Foi um bom jogador e deixou uma herança boa para o futebol brasileiro.

Anônimo disse...

Parabéns pelo seu blog esta cada vez melhor, espero que o time passe a retribuir a altura de sua dedicação!

Voltar Para o Topo